domingo, janeiro 31, 2010

O gatinhar da Menica!

video

sexta-feira, janeiro 22, 2010

...


Estou Imprópria Para Consumo!

quinta-feira, janeiro 21, 2010

"Re" Toma de Palavras: Vendo-me

Que se consuma o meu corpo!
Que sobre ele se tenha a vontade, que em mim já não há, de o controlar, de o suster, de o possuir. Que haja a vontade de o constringir ao pequeno espaço compreendido entre um outro corpo e a parede onde as minha mãos têm tendência a sapatear, a descer lentamente até à madeira do chão onde caem aflitas, exaustas. Que se emoldure, com as gotas de suor temperadas com a saliva alcalina de bocas nunca saciadas. Que se compre, o corpo cansado de ter uma alma que se queria desprendida, deste corpo sem vontade de o ser.

segunda-feira, janeiro 18, 2010

sim.

são palavras escritas num vidro embaciado. sim. palavras. num vidro embaciado. palavras que tremiam ao embater nessas gotas de água na vidraça. sim. palavras. na vidraça.
raramente palavras são palavras e raramente um vidro esta constantemente embaciado.


Sempre

SONATA DE OUTONO

Inverno não é 'inda mas Outono
Na sonata que bate no meu peito
Poeta distraído, cão sem dono
Até na própria cama em que me deito

Inverno não é 'inda mas Outono
Na sonata que bate no meu peito
Acordar é a forma de ter sono
No presente e no pretérito imperfeito

Mesmo eu de mim próprio me abandono
Se o rigor que me devo não respeito
Acordar é a forma de ter sono
No presente e no pretérito imperfeito

Morro de pé
Mas morro devagar
A vida é afinal o meu lugar
E só acaba quando eu quiser
Não me deixo ficar
Não pode ser

Peço meças ao Sol, ao céu, ao mar
Pois viver é também acontecer
A vida é afinal o meu lugar
E só acaba quando eu quiser

SEMPRE, José Carlos Ary Dos Santos

sábado, janeiro 09, 2010

...

"Esquecer uma mulher inteligente custa um número incalculável de mulheres estúpidas."



A. Lobo Antunes

quinta-feira, janeiro 07, 2010

Fica proíbido

Fica proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer,
Ter medo das tuas recordações

Fica proibido não sorrir ante os problemas,
Não lutar pelo que queres,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar em realidade teus sonhos

Fica proibido não demonstrar o teu amor,
Fazer com que alguém pague pelas tuas dúvidas e pelo teu mau humor

Fica proibido deixar os teus amigos,
Não tentar compreender aquilo que viveram juntos,
Chamá-los somente quando precisa deles

Fica proibido não seres tu perante todos,
Fingir para as pessoas que não te importas,
Esquecer todos os que te querem

Fica proibido não fazeres as coisas para ti mesmo,
Não fazeres o teu destino,
Ter medo da vida e dos teus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse o último.


Pablo Neruda

domingo, janeiro 03, 2010

Parabêns Papáaaaa

nk,p++'«'l.jhd xfczbjl ulctrfyxfg g bev b.hbn vbv cdc vxc nh v bvb mnb cv


Post escrito pela Madalena ao colinho da Mamãaaaa