quinta-feira, setembro 07, 2006

Telhados



Da Ponte, vejo os Telhados.
Os telhados que não me deixam ver o que debaixo da sua soalheira protecção cor de tijolo acontece.
Os telhados que pensam encobrir, mas que os meus olhos despem e desfolham telha a telha, chaminé a chaminé e percebo que debaixo desses telhados, existem diálogos mímicos e amênas bebedeiras que tornam pouco útil toda e qualquer protecção.
Porque afinal, debaixo de todos os telhados, existe alguém que depois de entrar, irá sempre sair.
Procurando a chuva ou o vento.

6 Comments:

At sexta-feira, setembro 08, 2006 12:12:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Hoje, por baixo dos telhados há olhares silenciosos!
Gestos lentos, não de carícias mas de um aperto, a um crânio cansado!
Debaixo dos telhados, murmuram-se palavras tristes!
Debaixo dos telhados há portas que se abrem, saindo alguém, sempre na esperança de arranjar um novo emprego!

Belíssimo texto!
Linda foto!

GR

 
At sexta-feira, setembro 08, 2006 2:36:00 da tarde, Blogger Vicktor Reis said...

Querida Maçã de Junho. Debaixo dos telhado há, igualmente, murmúrios partilhados, cumplicidades dos mais sensuais quereres, quando através das frestas entram laivos desta Lua Setembrina que inspira os poetas. Um beijo.

 
At sábado, setembro 09, 2006 7:48:00 da manhã, Blogger Cris said...

Gosto de telhados, lembra-me a aldeizeca dos meus bisavós no Alentejo, com uns telhados muito velhotes, mas cheios de histórias para contar. Se os telhados falassem....

bjo
C.

 
At sábado, setembro 09, 2006 9:39:00 da manhã, Blogger pedro oliveira said...

Debaixo dos telhados há tudo e nada.
Corpos suados, olhos molhados.
Risos presentes, silêncios ausentes.
Tudo ou nada...

 
At sábado, setembro 09, 2006 11:01:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Telhados e tudo o que se esconde e revela debaixo deles. Gostei do texto.

Abraços, bom fim de semana.

 
At domingo, setembro 10, 2006 7:34:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Se deixasse em branco este espaço, por certo entenderiam estar eu, sem falas, diante de tamanha maravilha.
Mas não posso me conter. AMEI!!!!!!
Jeane (Brasil)

 

Enviar um comentário

<< Home