segunda-feira, junho 15, 2009

...

É tão estranho sonhar-te...
Pior é dizer-te que te sonhei.... sinto que estou sempre a invadir um espaço que queres limpo e só...
Sonhei-te a dobrar papel, num sitio cheio de meninos ensinavas a dobrar papel colorido, das tuas mãos saiam borboletas que voavam, flores que cheiravam bem, um cão a ladrar e até uma nuvem que chovia.... e no final eu recebi uma linda papoila de papel...
Não recordo a tua cara, seria triste se morresse agora e não recordasse o que tinhas vestido na ultima vez que te vi, que te abracei....

... Sei-te a viver para ti e fico orgulhosa de ter tido, por breves segundos, a tua mão no meu rosto, para me dares um ligeiro beijo na face, em tom de despedida....

Orgulhosa por antes de mais, seres teu não te deixares roubar por ninguém...

1 Comments:

At sábado, junho 20, 2009 11:57:00 da tarde, Blogger Vicktor said...

Maçãzinha

Muito sentido este texto maravilhoso... continuas a encantar-me com o que escreves.

Beijinhos


nota: ontem 14/6 festejei o meu Junho... o teu festejarei em Agosto com uma flor para ti.

 

Enviar um comentário

<< Home